sábado, 15 de junho de 2013

MondoCerva: qual a diferença entre witbier e weissbier?

Cerveja de trigo nem sempre goza de grande consideração, talvez por causa de sua cor laranja e turva. Acontece que o trigo, diferente da cevada, não tem casca dura e por isto pode ficar se misturando com o liquido durante o preparo. Mas è um tipo de cerveja bastante gostoso, que pessoalmente curto muito.

Voltando à pergunta do título deste post, você pode ter visto em umas garrafas os termos “witbier” e “weissbier”. Em seus respectivos idiomas, belga e alemão, significam a mesa coisa, ou seja “cerveja branca”.

Embora ambas de trigo e de mesma coloração turva, de tom laranja, tem diferenças estilísticas interessantes. A tradicional witbier leva como ingredientes também cascas de laranjas, semente de coentro, e outras especiarias. Já a weissbier é produzida apenas com os ingredientes básicos: água, lúpulo, leveduras e malte (de trigo).

De qualquer forma as duas proporcionam uma bebida refrescante, frutada, picante nos aromas, leve e com espuma abundante. As cervejas de trigo deveriam ser sempre servidas em copos ou tulipas grandes e compridas, enchendo o copo por 2 terços a uma inclinação de cerca de 45°, agitando depois a terceira parte no fundo da garrafa e finalmente despejando o restante em cima para formar um espesso e cremoso colarinho.

Veja dois bons e clássicos exemplos dos dois estilos:

A belga Hoegaarden Witbier: a mais tradicional da categoria. Embora hoje pertencente a um grande grupo industrial, ganhou a Copa do Mundo da Cerveja em 2008, confirmando-se como referência de estilo. Cítrica e picante, suave e com final meio adocicado, é muito fácil de beber.




Pais: Bélgica
Álcool: 4,9%
Preço médio (garrafa 330ml): R$ 7,00





A bávara Paulaner Hefe-Weissebier: não filtrada, tem aromas de frutas tipo banana e pêra e menos especiarias. Na boca é saborosa e levemente amarga e com final mais seco.




Pais: Alemanha
Álcool: 5,5%
Preço médio (garrafa 330ml): R$ 11,00


37 comentários:

  1. Na minha visão, as duas cervejas são tão mais diferentes entre si do que apenas os temperos... a Hooergarden é apenas 50% maltada, o que resulta em uma cerveja muito mais branca, muito menos doce, e muito mais leve.
    Aliás, o amargor, o caráter cítrico e a falta de malte é o que a torna tão diferente. E é do tipo 'ame ou odeie'. Conheço os que amam witbiers, mas a maioria esmagadora das pessoas que vi provarem nem conseguiram terminar o copo.

    Um abraço,
    Rodrigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo,
      Muito obrigado pelo seu comentário, muito competente. Interessante a relutância à witbiers que você tem visto; iessoalmente tomo os dois tipos com prazer, mas vou começar a reparar também na reação dos outros.
      Grato pela visita, abraço!

      Excluir
  2. Não existe idioma belga. Na Bélgica se fala Holandês nas 5 províncias do Norte, na região conhecida como Flandres, enquanto em 5 províncias no sul a língua predominante é o Francês, na região conhecida como Wallonie. Tem uma província colada na Alemanha onde a língua predominante é o Alemão, de forma que as três línguas são consideradas idiomas oficiais da Bélgica, que até 1830 fazia parte de um reino que compreendia o que hoje é a Holanda, Luxemburgo e a própria Bélgica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não existe idioma belga. Na Bélgica se fala Holandês..."
      Parece que eu estou vendo a cara desse babaca falando.
      O assunto aqui é cerveja é não colonização europeia, seu retardado!

      Excluir
    2. Pqp melhor resposta q já vi...nota 10.

      Excluir
    3. Parece que temos um xeroque romes

      Excluir
    4. Bruno, não está exatamente errado. A língua holandesa é um idioma falado na Bélgica, ou seja, é um idioma belga sim, bem como a lingua alemã e a francesa, todos idiomas oficiais na Bélgica ;)
      Ricardo, chamar alguém de retardado por tão pouco (apenas por uma tentativa de colaborar) sim, acho exatamente errado rs

      Excluir
    5. Einstein, na sua sabedoria, disse certa vez que conhecia apenas duas coisas infinitas: o universo, e a estupidez humana. No entanto, ele tinha dúvidas sobre a primeira... Mas isso é papo de bêbado, né?! KKKKK

      Excluir
  3. Bruno,

    Muito obrigado pelo seu pertinente comentário. Evidentemente eu me referi ás procedências das duas denominações sem entrar no aspecto técnico do idioma.

    Mas, se quisermos ser precisos mesmo, teremos que dizer que de fato existe um idioma local sim: é a língua flamenga, variante do holandês (chamada também de Belgisch-Nederlands ou Vlaams) que só se fala na região de Flandres por você citada.

    De qualquer forma agradeço muita a sua contribuição, é um privilégio ter leitores tão cultos e preparados.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Primeriamente parabéns pelo explicação. Fiquei em duvida na questão abaixo.

    A tradicional witbier leva como ingredientes também cascas de laranjas, semente de coentro, e outras especiarias. Já a weissbier é produzida apenas com os ingredientes básicos: água, lúpulo, leveduras e malte (de trigo).

    A bávara Paulaner Hefe-Weissebier: não filtrada, tem aromas de frutas tipo banana e pêra e menos especiarias

    Nesse caso, a Paulaner não se enquadra como witbier por ter aromas de frutas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edina,
      Obrigado pela leitura e pelo seu comentário.
      Os aromas de fruta da Paulaner são resultado do processo da fermentação mas de banana e pera não fazem parte dos ingredientes, diferente da witbier que pode levar fruta (cascas) em sua composição. Espero ter esclareido sua dúvida.
      Abraço

      Excluir
  6. Interessante a explanação ! Eu tomo cervejas e não sabia dessas diferenças e características, muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, obrigado pela leitura e pelo seu comentário

      Excluir
  7. Respostas
    1. Muito obrigado pela leitura e pelo seu gentil comentário!

      Excluir
  8. Hoegaarden é sem sombra de dúvidas a melhor witbier que já experimentei. É mesmo como o comentário do amigo lá e cima. Ou você ama ou odeia! Recomendo muito! Abraço pessoal de bom gosto! Saúde e paz à todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe, muito obrigado pela sua contribuição!
      Saúde!

      Excluir
  9. É possível diferenciar uma wit de uma weiss apenas bebendo, ou seja, pelo sabor? Já que nos dois estilos é possível encontrar um sabor frutado, fiquei com essa dúvida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A princípio é possível sim, pois de maneira geral as notas frutadas são mais acentuadas na wit que na weiss. Mas em muitos casos se trata de nuances que apenas um paladar treinado consegue diferenciar.
      Obrigado pela leitura!

      Excluir
  10. Parabéns pela postagem e queria sugerir que fizesse outro posteriormente falando sobre os outros tipos de cerveja de trigo tipo dunkelweizen e weizenbock e as filtradas.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela postagem e queria sugerir que fizesse outro posteriormente falando sobre os outros tipos de cerveja de trigo tipo dunkelweizen e weizenbock e as filtradas.

    ResponderExcluir
  12. Apenas um complemento. Weissbier significa cerveja branca, mas weizenbier significa cerveja de trigo. Uma e outra são diferentes, apesar de terem o trigo em comum.

    ResponderExcluir
  13. Pelo que eu vejo a witbier tem uma coloração amarelo pálido, enquanto a weissbier é de um amarelo mais escuro e mais turva. Isso se deve a que? Tem a ver com o processo de filtração da cerveja?

    Obrigada :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivian,
      Na verdade tanto a wit quanto a weiss não são filtradas. A diferença de cor e de opacidade se deve a quantidade de leveduras e vestígios da fermentação que ficam em suspensão e isso varia de acordo com o que o produtor pretende realizar para o seu produto final.
      Obrigado pela leitura e pelo seu comentário

      Excluir
  14. Ótimo texto! Muito esclarecedor e de fácil leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavia, obrigado pela visita e pelo seu gentil comentário

      Excluir
  15. E para remexer o fundo do copo , tem uma de trigo Baden baden tipo ale . Outra mistura à dd trigo?

    ResponderExcluir
  16. https://rezenhando.wordpress.com/2016/10/07/degustacao-walls-witte/

    Possui 5% de teor alcoólico, mas ao bebericá-la achei deveras fraca, meio aguada. Se fosse para gastar o que gastei com ela, teria tomado uma Heineken que acho mais saborosa. Você até sente um saborzinho cítrico mas apenas no final, na última gota mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato cerveja de trigo não me parece ser uma specialidade da wals...Da mesma marca a pilsen é muito mais interessante, feita no estilo tcheco.

      Excluir
  17. Obrigado pela explicação, camarada - não sabia que a witbier também era uma cerveja de trigo, como a weiss. Só uma pequena correção: não existe idioma belga, wit é branco em holandês. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinicius, eu que agradeço pela leitura e pelo seu comentário.
      Quanto ao idioma você tem toda razão, já comentamos isto, dê uma olhada nos comentários anteriores acima.
      Muito obrigado, um abraço!

      Excluir
  18. Voltando a falar de cerveja....rs
    Eu tomei uma witbier, Limão siciliano e coentro e amei no primeiro gole!!! Refrescante e saborosa. Recomendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais, obrigado pelo seu comentário. Lembra qual era o nome desta cerveja? Com esta composição conheço a Jeffrey, que reflete extamente a sua descrição.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...