terça-feira, 28 de março de 2017

Seria este um Amarone" da moda"?

Dentro da tríade que forma as denominações tops (ou pelo menos as mais badaladas) da Itália, ou seja Barolo, Brunello e Amarone, esta última, de modo geral, é a que pessoalmente curto menos. Longe de mim criticar a longa e singular história ou tampouco a qualidade dos Amarones, eles são vinhos grandiosos que gozam de justa fama; mas quem me conhece sabe que o estilo encorpadão, com alto teor alcoólico e açucares importantes não reflete exatamente o meu gosto.

Porém este Amarone provado recentemente me impressionou bastante positivamente:

Albino Armani Amarone della Valpolicella 2008

A vinícola Armani (nenhum parentesco com o célebre estilista de moda Giorgio) foi fundada em 1607 no vale do rio Adige, no nordeste da Itália, e expandiu aos poucos as propriedades também nas regiões vizinhas de Veneto e Friuli, mas sempre mantendo um caráter e gestão dos negócios de modo familiar.

Este Amarone é um corte das típicas castas locais Corvina, Corvinone e Rondinella (faltou a clássica Molinara), parcialmente passificadas, maturado por 36 meses em carvalho.

Nariz bastante fino de fruta silvestre negra e especiarias como pimenta do reino e tomilho, com notas defumadas. Na boca é robusto sim, mas ao mesmo tempo flexível e profundo, mantido vivo por ótima acidez. As típicas notas adocicadas são apenas um sopro, enquanto uma densa camada de taninos finos e macios leva a um longo e saboroso final.

Enfim, não tem nada a ver com o estilista, mas certamente é um vinho elegante e estiloso. 

Vinho:
Amarone della Valpolicella
Safra:
2008
Produtor:
Albino Armani
País:
Itália
Região:
Veneto
Uvas:
Corvina, Corvinone e Rondinella
Alcoól (Vol.)
15%
Importadora:
Decanter
Custo médio:
R$ 300,00
Avaliação MV
** (marcante)





2 comentários:

  1. Caro Mario,
    Tenho exatamente a mesma posição que você em relação aos Amarone. Mas também recentemente, bebi um com características parecidas com as que você descreve para este Albino Armani. Tinha ótima acidez equilibrando o dulçor, e boa mineralidade. Lembrava até um bom Priorato.
    Abraços,
    Flavio

    ResponderExcluir
  2. Grande Flavio! Que bom que mais uma vez estamos em sintonia! Saúde!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...